terça-feira, 2 de maio de 2017

Ternura regada a relalidade

Gosto de aconchego,
mesmo quando busco aventuras.
A minha realidade sou eu
mesma a construir. Não
gosto
quando a realidade do outro bate
á minha porta, tentando me
desvincular do que sou.
Ha em mim uma paz espalhada
no ambiente em que vivo,
suave, quase que, como brisa,
me toca.
Ha em mim, a certeza de que posso ser melhor
do que sou, e cada dia tenho mais
certeza de que o que escolhi
é o melhor para mim.]Não sou de espalhar
em todos os cantos, sou de fracionar, para
que, onde eu esteja, tenha conteúdo
para levar.
Não carrego em minhas costas nada
que me incomode, até mesmo
a carga mais pesada, ainda me
é fácil suportar.
Através dos anos de luta, a hora seguinte, sempre
foi a hora seguinte, após segundos, já estou livre.
Construo ao redor de mim bons momentos, e estes,
me preservam a lucidez, para trazer felicidade
e bem estar aos que chegam, para quando
chegar a hora de ir, eu esteja plenamente convicta,
que que vão em paz, de que levaram o melhor
de mim.
Se tudo passa: Bons momentos são guardados, para
que, bons momentos sejam uma forma de ver
e de fazer bem melhores seus sucessores.....
Hertinha

Total de visualizações de página