domingo, 27 de março de 2016

Rabiscos de saudades

Estava eu, hoje, aqui e ali, como
se nada pudesse me tirar o aconchego.
Na ânsia de viver meus dias, esqueci
de esquecer o que passou,
e passei a viver de saudade!
Quando criança eu pensei que
tudo fosse eterno, e mal me fês
crescer e descobrir a
vida como uma ilusão.
Um adeus aqui e ali, as vezes,
no silêncio e entre lágrimas contidas.
Porque grito mesmo, eu sou por dentro,
na voz do pensamento que não quer
esquecer.

Herta Fischer (Hertinha)

quarta-feira, 23 de março de 2016

Ao romper da fé

Uma imensa tristeza me invade  por saber
que a justiça dos homens é tão severa,
raramente favorece os pobres, e  quase
sempre favorece os ricos.
Estamos a mercê da sorte, nosso País sofre.
cercados por uma grande rede de corrupções,
onde nunca deveria estar. Homens de poder que
deveriam trabalhar em favor do povo, por representá-los,
se viraram contra nós.
Nosso país tão amado esta se derramando em escândalos,
e cada vez mais anda na direção errada. Onde foi que nos perdemos?
Na ânsia de se livrarem de maus políticos, acabaram fazendo-lhe uma cama
bem pior, colocando homens que se faziam de anjos e que, acabaram se
tornando o maior pesadelo da historia.
E o que é pior, não bastando tudo isso, ainda há quem os defenda.
A lama corre a solta, invadindo todas as casas, afogando sonhos, enlameando
a nossa dignidade.
Por isso é que sempre falo.. Cuidado! nem tudo que parece ser, o é!
O mal vem vestido de bonança, aparentando riqueza, quando se vê com
força, se volta contra a criatura com arrogância nos lábios, comprando até
mesmo a justiça.
E para se livrar dele é difícil.
Espero na força Divina, pois só ela poderá nos defender neste momento,
só ela poderá quebrar o jugo que nos prende a um poder corrupto.
Que a limpeza seja feita, e que novamente possamos viver em paz do
jeito que merecemos.
Assim seja!
Herta Fischer


quinta-feira, 3 de março de 2016

O futuro esta lá

A largos passos o melhor se distancia, não adianta
fantasiar,, Quanto mais se caminha, mais e mais
se aproxima o fim da jornada. Ainda bem,
que tem outras paisagens além...
Meus olhos não alcançam o
que almeja, mas o coração, ah! o coração
sente a paz de quem espera!
Herta Fischer.

Tem um osso desgastado em meus pés, dói muito.
O que sou senão um punhado de pó.
Se botasse a fé no meu corpo como equilíbrio,
por certo, já teria despencado dos sonhos
ha muito tempo!
Deveras eu, acreditar ter encontrado o elixir
da vida, quisera eu acreditar que um sorriso
transforma, que é ouro puro este meu vagar
sem sentido?
Mas, verdadeiramente, o que me leva, é
um sonho muito maior, a descrença no mundo, mas
a paz e conforto em Deus!
Herta Fischer,


Total de visualizações de página