sábado, 29 de outubro de 2016

Tenho asas em meus pés

Que bom que me vejas como aurora, mesmo que eu seja uma tarde triste...Assim a tua aurora brota em qualquer estação....
Sou um livro aberto: as vezes, quero arrancar meu coração pela boca, noutras. tenho vontade de arrancar o coração dos outros...
Aquele amor que me bete a porta, e me faz abri-la.. numa sensação boa de que sou amada.. Quão bem me faz.. mesmo que seja
uma doce ilusão, pois o que é viver?
Se me dão corda, não me enforco, eu escalo a cachoeira. A velhice não me faz temer, me da força para superar.
O amor te dá asas!

Herta Fischer