quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Força de vontade e superação

Estou aqui recarregando as energias perdidas
no dia.
e não tem algo mais inovador que escrever um pouco.
Falar mais um pouco de mim, me satisfaz.
Pois, a alegria de viver me encanta, e enquanto
ainda posso me imaginar serena, abuso
da serenidade para soletrar um pouco.
Fico muito lisonjeada ao me deparar
com essa capacidade de  entender e poder
me valer da escrita.
Se eu pudesse, eu queria estudar letras e outros idiomas,
para enriquecer-me ainda mais, como meu "tempo"
é limitado, fico feliz com o pouco que possuo.
Minha mãe sempre me dizia: - Filha, nunca diga que o
dia de ontem foi melhor do que o dia de hoje, pois
o ontem, foi um sonho e o hoje é realização.
Eu sei de minha sorte, do poder ter frequentado uma escola,
de conhecer as letras, de poder usá-las quando quero.
Existe muitas pessoas que sabe ler e não sabe transmitir, Outras, ainda
sabe escrever, mas não sabe falar de si.
Eu, ao contrario, não tenho muito estudo, mas, minha força de
vontade supera a deficiência.
E, eu posso dizer com toda certeza... A força de vontade são asas.
Pode nos levar para onde quisermos, desde que não almejemos
o impossível.
Sou como uma grande ave, que emergiu de seu ninho no penhasco
e se aventurou por lugares remotos, sem a devida preocupação
em voar direito, e ziguezagueando, encontrou o seu lugar.
Não me entristece o fato de não escrever bonito, de não
escrever grandes coisas, muito pelo contrario, me alegra
o fato de poder ser quem sou. de contar minhas vitorias, e ou
fracassos. até que haja folego em mim.
Eu sempre apreciei a vida. Aprecio gente de bem, gente que se esforça,
que se supera, que se envolve com sua força de vontade, enfim, que
pode, com sinceridade dizer: Não nasci em vão!
Herta Fischer (Hertinha)