quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Fantasia

Se o céu fosse feito de cama, 
e as nuvens fosse as pessoas.
O mundo viveria feliz. Mas, de que vale,
 se de nós isso está tão distante?
Pra ser feliz... pra ser feliz..
O que mais é preciso?
apagar a vida?
Fazer tudo de novo?
Cada par com seu par, fazendo
suas crianças. Que não existisse nada.
Ou que existisse apenas eu e ele, ele e ela,
nós e o mundo, só, sem dores.
E dai? Onde entraria a doce esperança?
Eu gosto dela. Eu gosto de ritmo, e o ritmo
vem com a perda. E se nada perdêssemos, só ganho?
Onde colocaríamos as emoções?
Eu gosto de emoção, chorar, faz sentido, è bom
sentir que ha consolo, que há esquecimento, ou quase!
Herta Fischer.