quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Representantes de Deus na terra

Você sabia que criança não sente dor,
ou pelo menos não tem a consciência da dor?
Pois é!
Deus é tão generoso, que os poupa do sofrimento.
São como os animais, que podem até reclamar de algum
desconforto, mas que, não ficam com aquela sensação
de dor no minuto seguinte.
Assim como uma árvore vive, e fabrica o alimento
que desenvolve as suas células, e cresce, mas, se alguém as cortar,
podem até gemer, mas não sentem dor, assim também são todos
os seres em fase infantil.
Você  tem alguma lembrança de quando nasceu,
ou, de quando chorou de fome ou  por qualquer outro desconforto?
Lembra-se de quando por algum motivo teve que ficar longe de sua mãe?
Não né?
Então, nós passamos a ter consciência da dor a partir de quando já
sabemos identificar o que é bom e o que é ruim.
A partir dai, passamos a sofrer com o que nos aborrece, e não se sabe
 bem quando isso acontece.
A criança fica entregue ao tempo, e se fia nos cuidados de outra pessoa,
por ser incapaz de cuidar de si mesma.
Assim como qualquer outro animal irracional, que não tem nenhuma
noção de perigo, nem tão pouco lembrança de dor.
Pelo menos comigo aconteceu de ter lembrança da dor, quando entrei
na adolescência, antes disso eu via as pessoas chorando e não sabia
o por quê?
Eu estava viva, tinha consciência disto, mas era como se não vivesse, como
se não estivesse fazendo parte do mundo adulto.
Comia, me vestia, ia para a escola, dormia, me banhava, mas se
não fizesse isso, não faria a minima diferença.
Pessoas morriam, me levavam a velórios, e eu não estava nem ai.
Para mim, tanto fazia, viver ou morrer, só não podia ficar longe
de meus pais por muito tempo. Disso eu me lembro.
Pois eram a referência que eu tinha, sem eles para me dizer
o que fazer era como me fincar na terra.
Comecei a ter consciência de dor a partir dos doze anos de idade, quando
me apaixonei pela primeira vez. Uma sensação diferente, que me fazia
chorar por qualquer motivo, e passei então, a entender o que acontecia
a minha volta, aprendi então a questionar atitudes. as minhas, principalmente.
Conhecendo a dor, passei a sofrer por tudo, até o dia de hoje ainda sofro,as vezes, até
por coisas banais.
Mas quando me lembro das palavras de Jesus.
"Qualquer que não receber o Reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele".
Eu penso que, talvez, as crianças até sintam dor, sofram, mas estando alheios ao mal,
elas logo esquecem, por confiarem plenamente em seus pais.. pois eles são para elas, representantes de Deus na terra.

(Hertinha)